Johnny Cash

''O Homem de Preto''



Se ainda estivesse entre nós, Johnny R. Cash, completaria hoje 83 anos. Nascido em Kingsland Arkansas EUA e uma carreira que durou quase cinco décadas Johnny Cash personificou e influenciou a  American Country Music, criando um estilo próprio, o Man In Black, ou Homem de Preto como ficou conhecido por seus fãs. O codinome surgiu porque cash se apresentava na maioria das vezes usando roupa pretas e botas de cano longos também pretas, esse estilo o diferenciava dos demais cantores country que costumavam roupas e chapéus claros além das famosas botas de cowboy.
Em 1971 Johnny Cash compõe a música '' Man in Black'' para explicar o seu estilo:  "I wear the black for the poor and the beaten down, / Livin' in the hopeless, hungry side of town, / I wear it for the prisoner who has long paid for his crime, / But is there because he's a victim of the times" ("Eu me visto de preto pelos pobres e oprimidos/ Que vivem no lado faminto e sem esperanças da cidade / Eu me visto assim pelo prisioneiro que há muito pagou por seu crime / Mas está ali pois é uma vítima dos tempos").
 Pioneiro do rockabilly e rock and roll nos anos 50 à sua transformação em um representante internacional da música country e até sua reconquista da fama nos anos 90 tanto como uma lenda viva como ícone do country alternativo, Cash influenciou incontáveis músicos e deixou um trabalho igualado apenas pelos maiores artistas de sua época.



Em sua casa em Memphis, 1957.



 O pai de Cash era alcoólatra e abusava fisicamente e emocionalmente de seus filhos. Com cinco anos de idade, Cash começou a trabalhar em um campo de algodão, cantando com sua família enquanto cultivavam. Ele era muito próximo a Jack, seu irmão mais velho, e um acidente ocorrido em 1944 o afetaria pelo resto de sua vida. No dia em que ocorreu o incidente, Johnny havia saido pra pescar e sempre se culpou pela sua ausência. Cash compôs uma de suas músicas mais famosas, "Folsom Prison Blues" enquanto servia as forças armadas na Alemanha, depois de ser dispensado, Cash casou-se com Vivian Liberto em 1954, com quem teria 4 filhas. Quando sua carreira começou a decolar no começo dos anos 60, Cash viciou-se em anfetaminas e barbitúricos. Ignorando os claros sinais de seu vício, Cash continua compondo,embora cultivasse cuidadosamente sua imagem romântica de fora-da-lei, seus fãs sempre se surpreenderam por ele nunca ter cumprido pena;  ainda assim passou por umas noites detido por causa de seu constantes ataques de selvageria e mau comportamento. Em 1965 Johnny Cash foi pego em flagrante por porte de anfetaminas escondidas dentro da case de seu violão, mas o mais absurdo e inusitada que possa parecer, foi preso no ano seguinte por invadir uma propriedade para roubar flores além de comparecer voluntariamente nas prisões para tocar e cantar para os detentos aos quais ele dizia sentir compaixão. Johnny começa  a  dura jornada rumo a reabilitação depois da morte de três filhos de seu amigo e vizinho, que o deixou completamente abalado. contando  ajuda de amigos e June Carter que mais tarde se torna sua esposa ele permaneceu trancado em sua própria casa pra se livrar do contado com as drogas a fim de se desentoxicar. Numa tentativa desesperada de acabar com seu sofrimento, Cash tenta suícido e fracassa. Após essa situação limite Cash passa por uma conversão religiosa e sua luta contra o vício se intensifica.  Nos dois anos seguintes ele gravaria e lançaria seus dois álbuns ao vivo mais bem-sucedidos, Johnny Cash at Folsom Prison, de 1968 e Johnny Cash at San Quentin, de 1969.
Em 1999 Cash foi diagnosticado com Síndrome de Shy-Drager, uma doença neuro-degenerativa - diagnóstico que mais tarde seria alterado para problemas no sistema nervoso associados à diabetes. A esposa de Johnny, June Carter, faleceu de complicações decorrentes de uma cirurgia do coração em 15 de maio de 2003, aos 73 anos de idade. Menos de quatro meses depois Johnny Cash morreu devido ao diabetes aos 71 anos de idade enquanto estava hospitalizado no Baptist Hospital em Nashville, Tennessee. Ele foi enterrado ao lado de sua esposa no Hendersonville Memory Gardens, perto de sua terra natal, Hendersonville, Tennessee.



1954
1980
































Em 1986 Cash publicou seu único romance, Man in White, um livro sobre Saulo e sua conversão ao tornar-se o apóstolo Paulo.


Em um concerto em 2002 vários astros prestaram-no tributo, incluindo Bob Dylan, Chris Isaak, Wyclef Jean, Norah Jones, Willie Nelson e U2. Dois discos-tributo foram lançados pouco depois de sua morte: Kindred Spirits, com trabalhos de artistas famosos, e Dressed In Black, com versões de músicos menos conhecidos.


Em 2005 foi lançado o filme Walk the Line (no Brasil Johnny & June) com Joaquin Phoenix no papel de Cash e Reese Witherspoon como June Carter, dirigido por James Mangold, uma biografia filmada. Filme que recebeu o Oscar de melhor atriz para Witherspoon e uma indicação de melhor ator para Joaquin Phoenix.


Em 2006, o quadrinista alemão Reinhard Kleist lançou "Cash - I see a darkness", biografia em quadrinhos de Johnny Cash, abrangendo as décadas de 1950 e 1960, mostrando o início da carreira do cantor.


 O livro recebeu diversos prêmios, dentre os quais o de Melhor Graphic Novel alemã de 2008. Em outubro de 2009, o livro ganha sua edição em português, chamada "Johnny Cash - uma biografia" no Brasil, pela editora porto-alegrense 8Inverso.

 A Música 'Til Kingdom Come do álbum X&Y do Coldplay, lançado em 2005, foi escrita especialmente para que ele interpretasse. Contudo, ele morreu antes de ter a chance de entrar no estúdio.


Oito anos após sua morte, seu videoclipe "Hurt", uma reinterpretação do sucesso do Nine Inch Nails, foi considerado pela New Musical Express (NME), uma das mais tradicionais e importantes revistas de músicas do mundo, como o melhor videoclipe de todos os tempos.2


A banda brasileira Matanza lançou em 2005 o álbum To Hell With Johnny Cash, só de covers em homenagem a Johnny Cash de quem eles são grandes fãs e atribuem grande influencia em seu estilo musical.


Ouça a música One do U2 na voz de Johnny Cash.


Saiba mais em http://www.johnnycash.com/  web site oficial.

Cintia Carvalho

Muito obrigada por sua visita, espero que tenha gostado do viu por aqui e espero ter a honra de seu retorno. Sua opinião é muito importante, conto com seu comentário. Beijinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário